Você está terminando o ensino médio e, em meio a decisões tão importantes como decidir qual o curso que mais combina com você e escolher a melhor instituição de ensino para conquistar esse objetivo, você também precisa manter o foco e se preparar para encarar os processos seletivos das faculdades.

Mas com todas as matérias para revisar e a quantidade de conteúdos exigidos nas provas, como conciliar todos os assuntos e saber o que estudar para o vestibular?

Para ajudá-lo a responder a essas perguntas, preparamos esse post com algumas dicas interessantes para que você descubra como priorizar as suas matérias e estabelecer uma rotina de estudos ainda mais produtiva. Confira!

Conheça o edital do vestibular

O que vai cair na prova? Essa é uma pergunta ouvida com bastante frequência pelos professores, não é mesmo? Mas sabia que esse questionamento pode ser muito útil na hora de definir por onde começar a estudar?

É verdade. E uma boa sugestão é consultar o edital da prova para descobrir os assuntos que serão exigidos de acordo com a área de conhecimento do curso que você escolheu e quais as matérias que, consequentemente, terão maior peso na sua nota.

Organize seu calendário de estudos

Depois de conhecer o conteúdo programático do edital do vestibular, o próximo passo é elaborar um cronograma eficiente para organizar todos os assuntos que você precisará revisar e melhorar o seu aproveitamento nos estudos.

A dica aqui é ordenar as disciplinas de acordo com seus níveis de dificuldade e, a partir desse critério, definir um tempo ideal de estudo para cada uma delas dentro da tabela de horários que você estabeleceu.

Dê atenção especial aos conteúdos mais difíceis

A assimilação de conteúdos com os quais temos menos afinidade exige mais esforço e dedicação da nossa parte.

E embora muita gente termine priorizando as suas disciplinas favoritas, o recomendado é aproveitar o corpo e a mente descansados para se dedicar ao que você tem mais dificuldade e procurar técnicas que poderão ajudar você a absorver esses conhecimentos de forma eficaz.

Mas não esqueça as disciplinas em que você tem mais afinidade

Ler, debater ou fazer os exercícios relacionados às matérias que mais nos interessam faz com que o estudo se torne mais dinâmico, facilitando a concentração e a absorção das informações. Por esse motivo, esses conteúdos podem ser intercalados com os que exigem mais dedicação ou deixados para o final do dia.

Mas atenção! É preciso ficar de olho para que justamente essas disciplinas não sejam negligenciadas ou menos estudadas só por serem consideradas “mais fáceis”, ok?

E agora que você já sabe como priorizar suas matérias, o grande segredo é manter a organização para seguir corretamente o seu planejamento de estudos com tranquilidade e não deixar que nenhum conteúdo se acumule ou fique para trás!

E se você gostou desse post e quer saber mais informações sobre o que estudar para o vestibular, além de dicas sobre carreiras e a vida na faculdade, siga as nossas publicações no Facebook, no Instagram, no Google+ e no YouTube.