Com a aproximação do vestibular, existe uma dúvida que, certamente, ocupa a cabeça de muitos estudantes, independentemente do curso escolhido: como fazer as horas de estudo renderem mais e conseguir dar conta de todos os conteúdos exigidos na prova?

E para responder a essa questão, preparamos 4 dicas imperdíveis sobre como montar um plano de estudo realmente eficiente. Confira!

1. Defina prioridades

O primeiro passo para organizar o seu plano de estudo é definir quais são os assuntos que você tira de letra e quais são aqueles em que você tem menos facilidade.

A partir daí, organize as matérias por ordem de dificuldade: dê um pouco mais de atenção às que exigem mais dedicação e esforço, mas não deixe de lado as suas disciplinas preferidas só porque elas parecem mais fáceis, ok?

Outra boa sugestão é focar nos conteúdos mais exigidos de acordo com a área de conhecimento do curso que você escolheu.

2. Construa um cronograma eficiente

Agora que você já definiu as suas prioridades, o próximo passo é montar um cronograma para orientar a sua rotina de estudos.

Defina quantas horas por dia você tem para estudar, calcule quanto tempo vai disponibilizar para cada disciplina e não se esqueça de equilibrar a teoria com as atividades práticas que ajudarão na hora de fixar os conteúdos e treinar o seu ritmo de prova.

Vale lembrar que incluir um tempo para descanso na sua tabela de horários é muito importante para relaxar a mente e dar tempo ao seu cérebro para absorver melhor os conteúdos aprendidos.

3. Escolha um método de estudos

Você sabia que existem técnicas que podem ajudá-lo a se organizar melhor e potencializar a sua aprendizagem? Confira algumas delas:

Método Pomodoro

Utilizado para aumentar as habilidades de concentração, essa tática propõe que você intercale momentos de estudo e de descanso.

Com a ajuda de um marcador de tempo, você deve cronometrar um ciclo de estudos sem nenhum tipo de interrupção, incluindo aquela olhadinha nas redes sociais ou uma parada para um lanchinho. Ao final deste tempo, descanse por alguns minutos para retomar o fôlego e reinicie o processo.

Mapas mentais

A principal ideia do mapa mental é estabelecer conexões entre diferentes assuntos por meio da construção de diagramas que auxiliam a absorção das informações de forma visual e dinâmica.

É uma ferramenta bastante interessante para organizar os seus conhecimentos, criar resumos, planejar os estudos e, ainda, aumentar a sua produtividade.

Curva do esquecimento

Como o próprio nome indica, esse método está relacionado àquela sensação de ter esquecido algum assunto importante que você tenha estudado na semana passada, ou mesmo no dia anterior.

E a proposta é que você faça revisões frequentes de cada matéria: após 24 horas, após 7 dias e após 30 dias, exercitando a sua capacidade de memorização e contribuindo para a assimilação dos conteúdos.

4. Avalie o seu rendimento

Para manter o ritmo nos estudos, uma boa sugestão é rever o seu cronograma de tempos em tempos e, se necessário, redistribuir os horários.

Assim, você poderá avaliar o andamento das disciplinas, dedicar um tempo maior aos assuntos mais difíceis e até adiantar algumas matérias.

Gostou das nossas dicas sobre como montar um plano de estudo? Então aproveite e compartilhe esse post nas suas redes sociais!